A Ceratocone é uma condição ocular complexa que afeta a córnea, a parte frontal transparente do olho.

 

Rara e progressiva, a ceratocone é ainda uma doença desconhecida para a maior parte da população.

 

Neste artigo, vamos dar a conhecer melhor o que é, quais as suas causas, sintomas e fatores de risco, bem como explorar opções de tratamento e medidas de prevenção.

Ceratocone-causas-sintomas-clinialba

O que é a ceratocone?

A ceratocone é uma condição oftalmológica na qual a córnea assume uma forma cónica e adelgaçada. Esta mudança na forma da córnea afeta a sua capacidade de focar a luz corretamente na retina, resultando numa visão embaçada e distorcida.

É habitualmente diagnosticada na adolescência, mas também pode manifestar-se em idades mais precoces. Geralmente, esta condição estabiliza aos cerca de 40 anos de idade.

Os primeiros sinais costumam manifestar-se primeiro em apenas um dos olhos, posteriormente progredindo para o outro. Embora a ceratocone possa afetar ambos os géneros, é mais comum em homens.

 

Quais são os sintomas da ceratocone?

5 sintomas comuns da ceratocone:

  1. Visão turva;
  2. Dificuldade em ver ao longe;
  3. Aumento da sensibilidade à luz;
  4. Halos em torno de luzes;
  5. Distorções visuais significativas (pex: visão de imagem dupla).

Se identificar algum destes sintomas, é fundamental procurar atendimento médico de imediato, uma vez que o diagnóstico precoce é crucial para evitar danos permanentes.

 

Quais são as causas da ceratocone?
As causas exatas da ceratocone, infelizmente, ainda não são totalmente compreendidas.

No entanto, os estudos sugerem que a genética desempenha um papel preponderante, uma vez que muitas pessoas com ceratocone têm histórico familiar da doença.

Além disso, a exposição crónica a alergénios oculares, como ácaros e poeira, bem como o hábito de esfregar os olhos com frequência, podem contribuir para o desenvolvimento da ceratocone.

 

Existe tratamento para a ceratocone?

O tratamento da ceratocone varia de acordo com a gravidade da condição; em estágios iniciais, óculos e lentes de contacto específicas podem permitir a correção eficaz da visão.

Em casos mais avançados, os procedimentos cirúrgicos poderão ser necessários. A abordagem terapêutica mais adequada deve ser determinada pelo oftalmologista após avaliação.

 

Como prevenir a ceratocone?

Embora nem sempre seja possível prevenir a ceratocone, a chave poderá estar em evitar os fatores de risco já conhecidos, como as alergias oculares ou o ato de esfregar dos olhos. Além disso, é vital fazer exames oftalmológicos regulares para a deteção precoce e gestão eficaz da condição, principalmente em casos com histórico familiar de ceratocone.

 

Conte com o nosso corpo clínico de oftalmologistas para o/a ajudar em outras dúvidas ou questões particulares sobre a ceratocone que necessite esclarecer.