Glaucoma

O que é o Glaucoma?

O Glaucoma é uma doença ocular que provoca a danificação do nervo ótico, resultando na perda progressiva de visão ao longo do tempo.

A presença do Glaucoma pode ser muito silenciosa, fazendo com que o paciente se mantenha assintomático até uma fase muito avançada da doença. É também esta a razão pela qual uma grande percentagem dos casos de cegueira resulta do Glaucoma.

Manter a vigilância e uma rotina de acompanhamento da visão torna-se, por isso, fundamental, principalmente a partir dos 35 anos, onde o Glaucoma começa a ter mais incidência. A consulta de rotina de Oftalmologia pode fazer a diferença para que o diagnóstico seja atempado e o tratamento eficaz.

O Glaucoma pode ser classificado em quatro categorias: Glaucoma de Ângulo Aberto (o mais comum), Glaucoma de Ângulo Fechado (muito associado à pressão intraocular, provocando crises súbitas e dores agudas, geralmente, num dos olhos), Glaucoma Congénito (hereditário e desenvolvido durante a gravidez. A intervenção deve ser imediata e uma consulta de Oftalmologia Pediátrica deve ser antecipada para o 1º ano de vida, com o objetivo de acompanhar a evolução da doença oftálmica) e Glaucoma Secundário (quando a doença deriva de uma outra patologia, não necessariamente oftálmica).

Quais são os sinais de Glaucoma?

O Glaucoma surge, em muitos casos, de forma assintomática até o diagnóstico já estar numa fase muito avançada, mas alguns sintomas mais comuns de Glaucoma são dores agudas nos olhos – ou em apenas um dos olhos -, dores de cabeça, perdas repentinas de visão, perdas de visão periférica ou lateral, olhos vermelhos e inchados, náuseas e sensibilidade à luz (fotofobia).

Quais são as causas do Glaucoma?

Embora a causa do surgimento de Glaucoma seja desconhecida, esta doença da visão está, muitas vezes, associada à pressão intraocular. No entanto, já existem diagnósticos de pacientes de Glaucoma cujos valores da pressão intraocular se mantiveram sem alterações.

Alguns fatores de risco que aumentam a possibilidade de vir a desenvolver Glaucoma são lesões oculares, utilização prolongada de corticosteroides, diagnóstico de Diabetes, casos de Miopia Alta e a progressão natural da idade – a partir dos 35 anos, será importante manter a vigilância e o despiste do Glaucoma em consulta de rotina de Oftalmologia.

O Glaucoma tem cura?

O Glaucoma não tem cura, mas é possível controlar e estabilizar a pressão intraocular através de medicação para que a doença não evolua e a visão não fique mais comprometida.
Dependendo de determinados fatores e condições, sempre avaliados pelo/a Oftalmologista, alguns casos de Glaucoma podem justificar um tratamento cirúrgico a laser.
O controlo do estilo de vida e dos respetivos fatores de risco, como o controlo da Diabetes por exemplo, também podem ajudar a retardar os efeitos da doença.

O tratamento do Glaucoma deverá ser sempre individualizado e indicado pelo/a Oftalmologista, de forma a garantir uma intervenção personalizada e eficaz.

Corpo clínico de oftalmologia
Artigos de oftalmologia

Cirurgia de catarata – O que necessita de saber?

A cirurgia de catarata é uma operação rápida, eficaz e destinada ao tratamento da doença de catarata . Atualmente, a cirurgia é a única forma de tratamento possível. A cirurgia de catarata tem avançado muito ao longo dos anos graças à evolução da tecnologia e da preparação do corpo clínico. É uma intervenção com poucos…

Catarata – Conheça os sintomas e como tratar

A catarata é uma doença ocular que deteriora o cristalino do olho, provocando um embaçamento gradual da visão. É uma das principais causas de perda de visão no mundo e é uma doença que está muito associada ao avançar da idade, uma vez que é onde se concentra a sua maior taxa de incidência. Com…

Presbiopia ou vista cansada: causas, sintomas e tratamento

É muito provável que já tenha ouvido alguém queixar-se acerca da ‘vista cansada’. Talvez até já o tenha sentido. Na Oftalmologia, a vista cansada tem um nome clínico chamado presbiopia. A presbiopia é caracterizada pela dificuldade em ver ao perto. A visão perde a capacidade em focar objetos muito próximos. A vista cansada é um…

Cirurgia LASIK: como corrigir a visão?

O LASIK é uma cirurgia aos olhos que permite a correção de erros oculares refrativos, como a miopia, hipermetropia e astigmatismo. Os erros refrativos oculares têm impacto na qualidade de vida, levando a uma incapacidade para ver ao longe ou ao perto e criando a dependência do uso óculos ou lentes de contacto para corrigir…